ThyssenKrupp eleva expectativa para lucro operacional no ano

terça-feira, 13 de maio de 2014 10:26 BRT
 

(Reuters) - A alemã ThyssenKrupp elevou nesta terça-feira sua expectativa para o lucro operacional no acumulado do ano, conforme corta custos e retomou partes de um negócio de aço inoxidável que havia vendido à finlandesa Outokumpu.

A empresa teve seu primeiro lucro líquido trimestral em dois anos, ficando acima das estimativas de analistas graças a ganhos não recorrentes conforme vende atividades menos lucrativas para focar em serviços e engenharia.

A ThyssenKrupp ainda espera um prejuízo líquido para o ano que se encerra em setembro, o quarto seguido. Mas a empresa espera progresso em esforços para restaurar a lucratividade de longo prazo conforme reduz negócios para diminuir sua exposição ao volátil setor de siderurgia.

A empresa disse que agora espera para o ano fiscal que se encerra em setembro, lucro antes de juros e impostos (Ebit) ajustado quase duas vezes maior do que 586 milhões de euros, e ante uma previsão anterior de 1 bilhão de euros.

As vendas do segundo trimestre fiscal subiram 8 por cento, para 10,3 bilhões de euros, acima do consenso de analistas de 9,9 bilhões e guiada parcialmente pela inclusão da siderúrgica Terni na Itália e da unidade de liga VDM que a ThyssenKruopp adquiriu de volta da Outokumpu.

O presidente-executivo da empresa, Heinrich Hiesinger tem enfrentado diversos reveses. A deterioração nas finanças a forçaram a pedir dinheiro aos acionistas, importantes negócios tiveram sucesso parcial e problemas caros e embaraçosos de conformidade surgiram.

Ele tentou vender a unidade Steel Americas, mas encontrou um comprador apenas por metade dela, uma unidade de processamento no Alabama, Estados Unidos, ficando com a deficitária unidade no Brasil.

(Por Maria Sheahan)