EUA dizem ter expressado preocupação com intervenção cambial da China

terça-feira, 13 de maio de 2014 11:47 BRT
 

PEQUIM, 13 Mai (Reuters) - Os Estados Unidos expressaram preocupações com uma recente queda do iuan chinês e a falta de transparência em intervenções cambiais suspeitas, afirmou nesta terça-feira o secretário do Tesouro norte-americano, Jack Lew.

Autoridades chinesas demonstraram seu contínuo comprometimento com reformas para permitir que as forças do mercado determinem as taxas de juros e a taxa cambial, apesar do crescimento econômico mais lento, completou.

"Acesso ao mercado a taxa cambial são as prioridades para nós. O desafio para a China será chegar ao fim. Essas reformas são importantes para eles, e importantes para nós", disse Lew após reunião com autoridades chinesas.

Lew disse que a China precisa avançar para uma taxa cambial com base no mercado, após um alerta da administração Obama no mês passado de que o iuan está fraco demais.

O iuan recuou cerca de 3 por cento até agora neste ano, no que traders disseram ser algo planejado pelo banco central chinês para tirar do mercado a visão de que seria uma aposta de mão única.

(Reportagem de Kevin Yao)