Santander irá vender fatia em unidade de custódia na Espanha, Brasil e México

quarta-feira, 14 de maio de 2014 07:30 BRT
 

MADRI (Reuters) - O Santander, maior banco da zona do euro, está próximo de vender uma fatia de seu negócio de custódia de títulos, avaliada em até 1 bilhão de euros (1,4 bilhão de dólares) no total, para diversas empresas de private equity, noticiou o jornal Expansion nesta quarta-feira.

A Warburg Pincus, uma empresa com a qual o Santander já trabalhou antes, está entre os possíveis compradores de uma participação de 50 por cento da divisão na Espanha, México e Brasil, disse o jornal, sem citar fontes.

O Santander e o Warburg Pincus não quiseram comentar.

O banco espanhol já se aliou anteriormente a empresas de private equity em alguns de seus negócios como uma forma de levantar recursos e, em alguns casos, expandi-los.

O Santander vendeu metade de sua unidade de gestão de ativos para o Warburg Pincus e o grupo de private equity General Atlantic no ano passado, em uma tentativa de expandir o negócio e potencialmente listá-lo no mercado de ações, disseram profissionais do mercado na ocasião.

O jornal Expansion disse que a unidade do banco Global Custody and Securities Services poderia valer entre 500 milhões de 1 bilhão de euros.

O negócio pode envolver as unidades do negócio na Espanha, México e Brasil, disse o jornal, embora outros mercados como Chile, Portugal e Argentina possam ser incluídos.

(Por Sarah White)