Crescimento econômico da Alemanha vai desacelerar no 2º tri, diz BC

segunda-feira, 19 de maio de 2014 09:36 BRT
 

BERLIM (Reuters) - O crescimento econômico alemão vai provavelmente desacelerar no segundo trimestre depois que um inverno atipicamente suave impulsionou a expansão no primeiro trimestre, disse o banco central da Alemanha nesta segunda-feira, acrescentando que a demanda doméstica fornecerá o principal pilar de sustentação nos próximos meses.

A maior economia da Europa, que cresceu apenas moderadamente no ano passado, cresceu 0,8 por cento entre janeiro e março, seu ritmo mais rápido em três anos graças a uma forte demanda doméstica e a um inverno suave.

O BC da Alemanha disse que o efeito positivo do clima provavelmente pressionará a taxa de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) ajustada sazonalmente no segundo trimestre por motivos matemáticos.

"O crescimento do PIB provavelmente será relativamente fraco na primavera em termos ajustados ao calendário e sazonalmente", disse o BC alemão em seu relatório mensal.

O banco central afirmou que o crescimento econômico nos próximos meses será baseado em grande parte na demanda doméstica enquanto que o ímpeto do exterior será "um tanto reduzido".

O BC disse também que o potencial para distúrbios externos havia "aumentado consideravelmente" nos últimos tempos devido a riscos econômicos em alguns mercados emergentes e incertezas geopolíticas significativas no leste europeu.

(Por Michelle Martin)