Brasil pode virar líder na produção de soja em 14/15, diz ministro

segunda-feira, 19 de maio de 2014 13:43 BRT
 

(Reuters) - O Brasil poderá atingir a liderança na produção mundial de soja na nova temporada, em meio a um crescimento esperado para a safra 2014/15 de grãos e oleaginosas, disse o ministro da Agricultura, Neri Geller, a jornalistas após apresentação de Plano Agrícola e Pecuário.

Segundo ele, a safra total de grãos e oleaginosas do país poderá atingir 200 milhões de toneladas, "em uma previsão conservadora" do ministério, que pode ser superada.

"Nós temos uma expectativa, no Ministério da Agricultura, de superar estes 200 milhões de toneladas. Inclusive, no complexo soja, talvez a gente possa passar de segundo para primeiro lugar na produção mundial", disse o ministro. A avaliação de Geller difere da projeção do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA, na sigla em inglês), que ainda aponta os EUA como o principal produtor mundial de soja em 14/15.

O USDA estima a safra brasileira de soja em 2014/15 em 91 milhões de toneladas, enquanto os produtores norte-americanos deverão produzir 98,9 milhões de toneladas.

Na atual temporada (2013/14), com a colheita da safra praticamente encerrada, a estimativa de produção de soja do Brasil é de um recorde 86,57 milhões de toneladas, com a melhoria de produtividade em importantes Estados produtores, apesar de uma seca que afetou as lavouras no Paraná, segundo produtor nacional.

Já a produção total de grãos e oleaginosas no ciclo 2013/14 é estimada pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) em 191,2 milhões de toneladas.

(Por Nestor Rabello)

 
Vista de uma plantação de soja no município de Primavera do Leste, em Mato Grosso. O Brasil poderá atingir a liderança na produção mundial de soja na nova temporada, em meio a um crescimento esperado para a safra 2014/15 de grãos e oleaginosas, disse o ministro da Agricultura, Neri Geller, a jornalistas após apresentação de Plano Agrícola e Pecuário.  7/02/2013.  REUTERS/Paulo Whitaker