Ações europeias fecham em queda, pressionadas por Vodafone

terça-feira, 20 de maio de 2014 14:16 BRT
 

Por Tricia Wright

LONDRES (Reuters) - As ações europeias fecharam em queda nesta terça-feira, pressionadas pelo papel da Vodafone após a segunda maior operadora de redes de telefonia móvel do mundo anunciar baixa contábil de 6,6 bilhões de libras (11 bilhões de dólares).

O índice FTSEurofirst 300, que reúne as principais ações do continente, recuou 0,14 por cento, a 1.357 pontos. Na semana passada, o índice atingiu máxima em seis anos de 1.372 pontos.

O papel da Vodafone perdeu 5,5 por cento, maior queda no índice, após fazer baixa contábil de algumas de suas operações europeias, citando competição feroz e mudanças regulatórias na Europa.

"As baixas contábeis em diversas regiões europeias são provas dos desafios que a companhia enfrenta, com o lucro recorrente continuando a se mover na direção errada", disse o chefe de ações do Hargreaves Lansdown Stockbrokers, Richard Hunter.

Os mercados acionários têm sido impulsionadas nas últimas semanas por uma série de operações e ofertas corporativas, particularmente no setor de saúde, mas os preços altos estão impedindo que alguns investidores apliquem mais dinheiro em ações.

Em LONDRES, o índice Financial Times recuou 0,62 por cento, a 6.802 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX caiu 0,21 por cento, para 9.639 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 registrou baixa de 0,39 por cento, a 4.452 pontos.   Continuação...