Brasil exportará mais petróleo do que importará em 2014, diz ANP

terça-feira, 20 de maio de 2014 15:44 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - O Brasil deverá exportar um volume maior de petróleo do que importará em 2014, afirmou nesta terça-feira a diretora-geral da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), Magda Chambriard, durante seminário da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp).

Segundo ela, o país terá um "fluxo positivo de óleo cru" neste ano, após um período de fracas exportações e importações crescentes da commodity, que têm afetado a balança comercial do país, assim como as contas da Petrobras.

Em 2013, o Brasil passou a ser deficitário na balança comercial de petróleo, tendo importado 16,3 bilhões de dólares e exportado 13 bilhões de dólares, segundo dados do governo. Em 2012 o país foi superavitário.

Magda não quis quantificar de quanto poderia ser o superávit neste ano.

A Petrobras prevê elevar a produção em 7,5 por cento neste ano, após dois anos de queda na extração, o que deve favorecer a balança, além dos negócios da estatal.

Importações crescentes de petróleo e combustíveis têm afetado as contas da Petrobras porque a companhia vende no Brasil o produto a valores inferiores aos de compra no mercado externo, diante do controle de preços exercido pelo governo, o sócio majoritário da empresa.

GÁS

Magda também afirmou que, nos próximos dez anos, a produção de gás natural no Brasil em terra ainda será prioritariamente convencional.   Continuação...