Ata do BC britânico mostra que mais membros estão perto de votar por alta de juros

quarta-feira, 21 de maio de 2014 08:01 BRT
 

LONDRES (Reuters) - Algumas autoridades do banco central britânico acham que os motivos para elevar a taxa de juros estão se tornando mais fortes uma vez que a economia da Grã-Bretanha está mais perto de operar com força total, mostrou nesta quarta-feira a ata da última reunião do BC.

"Para alguns membros, a decisão de política monetária estava se tornando mais equilibrada", informou a ata da reunião de 7 e 8 de maio.

"Em termos da decisão imediata de política, entretanto, todos os membros concordaram...que seria necessário ver mais evidências de redução da capacidade ociosa antes que um aumento de juros seja justificado", completou.

O presidente do BC, Mark Carney, afirmou na semana passada que a economia havia "se aproximado" do momento em que o banco central precisaria elevar a taxa de juros.

Existe uma crescente preocupação no BC de que os preços de moradias estão subindo muito rápido. O BC afirmou que seu Comitê de Política Financeira pode lidar com a questão quando se reunir no próximo mês, e que a decisão sobre quando elevar os juros será provocada pelo julgamento sobre quanto de capacidade ociosa resta na economia britânica.

Projeções do BC na semana passada mostraram que uma alta de juros em cerca de um ano seria consistente com manter a inflação pouco abaixo da meta de 2 por cento. Mas alguns economistas esperam que uma minoria dos membros comece a votar pela elevação em breve, e a ata desta quarta-feira sugere que isso pode acontecer.

(Por David Milliken e Ana Nicolaci da Costa)