Deutsche Bank defende aumento de capital em reunião anual

quinta-feira, 22 de maio de 2014 07:38 BRT
 

FRANKFURT (Reuters) - O Deutsche Bank defendeu planos para levantar 8 bilhões de euros (11 bilhões de dólares) em ações nesta quinta-feira, quando seus principais executivos encararam investidores no encontro anual de acionistas menos de uma semana depois do anúncio surpresa do plano.

O maior banco da Alemanha lançou a emissão de ações apenas algumas semanas após dar pistas que não tinha capacidade de reter lucro suficiente para fortalecer suas finanças antes de um exame pan-europeu de saúde regulamentar dos bancos, previsto para ocorrer ainda este ano.

"Sabemos que alguns de vocês estão céticos. Alguns de vocês podem se perguntar: por que deveríamos confiar nesta equipe para entregar?", disse o co-presidente-executivo Anshu Jain em um discurso na reunião.

O co-CEO Juergen Fitschen afirmou: "O nosso objetivo é posicionar o Deutsche Bank no pequeno grupo de bancos globais que vão definir uma nova era para o setor bancário."

Ao anunciar o aumento de capital, o Deutsche diluiu e postergou metas originalmente previstas para 2015, pedindo paciência à medida que o banco, como muitos de seus rivais, luta para se reestruturar e recuperar a rentabilidade.

A aprovação dos acionistas não é necessária para o aumento de capital, mas alguns investidores expressaram raiva com a questão e com a falta de progresso na resolução de uma longa lista de investigações que têm afetado o banco desde a crise financeira de 2008-2009.

(Por Thomas Atkins e Arno Schuetze)