Ações europeias fecham em alta, mas bolsas da Itália e da Espanha caem

quinta-feira, 22 de maio de 2014 14:50 BRT
 

Por Sudip Kar-Gupta

LONDRES (Reuters) - As ações europeias fecharam em leve alta nesta quinta-feira, mas as bolsas italianas e espanholas recuaram uma vez que, segundo operadores, preocupações com as eleições do Parlamento Europeu nesta semana pressionavam Milão e Madri.

O índice das principais ações europeias FTSEurofirst 300 fechou em alta de 0,11 por cento, a 1.366 pontos, ainda ao alcance de uma máxima em seis anos de 1.372 pontos alcançada na semana passada.

Analistas disseram que os resultados das eleições europeias podem minar alguns governos da zona do euro.

Na Grécia, um desempenho forte de partidos antiresgate pode prejudicar uma já frágil coalizão, com potencial de abrir caminho para eleições nacionais. Na Itália, um resultado fraco para o partido do primeiro-ministro Matteo Renzi pode enfraquecer seus esforços para as rápidas reformas que ele prometeu quando assumiu o poder.

Alguns investidores também continuaram preocupados sobre a desigualdade entre a Alemanha -- a potência econômica da Europa -- e Estados europeus mais fracos do sul, como a Espanha, Portugal e Itália. A pesquisa do Índice de Gerente de Compras mostrou nesta quinta-feira que o setor privado da Alemanha se expandiu firmemente neste mês, sendo que dados da semana passada mostraram uma contração na economia italiana.

Em LONDRES, o índice Financial Times recuou 0,01 por cento, a 6.820 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 0,24 por cento, para 9.720 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 registrou alta de 0,21 por cento, a 4.478 pontos.   Continuação...