Ações europeias têm leve alta, com investidores cautelosos

sexta-feira, 23 de maio de 2014 14:26 BRT
 

Por Alistair Smout

EDINBURGO (Reuters) - A ação da francesa Gecina contrariou a tendência de baixos volumes nas bolsas europeias nesta sexta-feira, com investidores evitando grandes apostas antes do feriado prolongado na Grã-Bretanha e de eleições na União Europeia e na Ucrânia.

O índice FTSEurofirst 300 .FTEU3, que reúne os principais papéis do continente, fechou em alta de 0,21 por cento, a 1.369 pontos, após avançar 0,1 por cento na véspera. O índice chegou em 15 de maio à máxima desde 2008, a 1.372 pontos.

O papel da empresa do setor imobiliário Gecina (GFCP.PA: Cotações) recuou 1,3 por cento, com volumes quase quatro vezes superiores à média móvel de 90 dias. A companhia fez colocação de ações equivalentes a cerca de 1 por cento do capital acionário.

Alguns analistas haviam alertado que as eleições parlamentares da União Europeia (UE), que terminam no domingo, poderiam preocupar investidores caso performances fortes de partidos eurocéticos minassem os esforços de governos em direção a mais integração.

Mas a perspectiva do pleito afetou apenas marginalmente os preços das ações nesta sexta-feira, disseram operadores.

"Seria necessário um resultado extraordinariamente negativo para mudar a visão de que tudo tem se recuperado recentemente na Europa. O mercado de títulos não se assustou, e isso é um sinal de que as bolsas terão suporte", afirmou a gestora do Ashburton Investments Veronika Pechlaner, que ajuda a administrar 13 bilhões de dólares em ativos.

"As eleições estão tendo efeito apenas marginal", acrescentou.

Em LONDRES, o índice Financial Times .FTSE recuou 0,07 por cento, a 6.815 pontos.   Continuação...