BC da Rússia vai reduzir juros quando estiver certo que inflação cairá a 4%

sexta-feira, 23 de maio de 2014 15:59 BRT
 

SÃO PETERSBURGO (Reuters) - O banco central da Rússia vai diminuir as taxas de juros quando estiver certo de que vai cumprir a meta de inflação de médio prazo de 4 por cento, afirmou nesta sexta-feira a presidente da instituição, Elvira Nabiullina.

Nabiullina disse que os riscos inflacionários são agora "muito sérios", mas até o fim do ano a alta dos preços poderia arrefecer para cerca de 6 por cento. A inflação de preços ao consumidor na Rússia foi de 7,3 por cento no mês passado em termos anuais.

"Vamos analisar a situação neste ano. E se os riscos de instabilidade financeira e as expectativas de inflação diminuírem, e estamos confiantes de que, no médio prazo, vamos caminhar para trazer a inflação gradualmente para a meta de 4 por cento... nós vamos avaliar taxas de juros mais baixas", disse ela.

No total, o banco central elevou entre março e abril a taxa básica de juros em 2 pontos percentuais, para 7,5 por cento, com o objetivo de conter a fuga de capitais que se seguiu à intervenção da Rússia na Ucrânia.

(Reportagem de Oksana Kobzeva; Texto de Jason Bush e Lidia Kelly)