Fundos de ações globais sofrem saída de US$7 bi em uma semana, diz BofA

sexta-feira, 23 de maio de 2014 18:12 BRT
 

NOVA YORK (Reuters) - Investidores em fundos ao redor do mundo sacaram 7 bilhões de dólares de fundos de ações na semana encerrada em 21 de maio, diante de indicadores fracos sobre a economia dos Estados Unidos e resultados corporativos que decepcionaram o mercado, mostram dados divulgados nesta sexta-feira pelo Bank of America Merrill Lynch.

As saídas de recursos de fundos de ações, que incluem fundos mútuos e ETFs (cotas de fundos negociadas em bolsa), reverteram a entrada de 11 bilhões de dólares ocorrida na semana anterior. Fundos dedicados a ações dos EUA tiveram saída de 10,9 bilhões de dólares, segundo relatório do BofA, que também cita dados da EPFR Global.

Ambas as saídas de recursos de fundos de ações e fundos focados em ações de empresas dos EUA foram as maiores em duas semanas. Fundos especializados em títulos do Tesouro norte-americano de longo prazo registraram entrada recorde de 3,1 bilhões de dólares, segundo dados da EPFR.

As saídas ocorreram em um momento em que o índice S&P 500 teve oscilação negativa de 0,03 por cento, depois de atingir nível recorde na semana anterior. Dados econômicos fracos dos EUA sobre produção industrial e confiança do consumidor, além de resultados de empresas como o da varejista TJX, pesaram sobre os índices do mercado acionário.

Os fundos de ações de mercados emergentes atraíram 1 bilhão de dólares em dinheiro novo, na segunda semana seguida de ganhos. Analistas têm afirmado que os cortes graduais do Federal Reserve, banco central dos EUA, no seu programa de compra de títulos têm dado confiança aos investidores de mercados acionários emergentes.

Os fundos de bônus atraíram 5,9 bilhões de dólares em entradas líquidas, na 11a semana seguida de nova demanda.

(Por Sam Forgione)