S&P 500 fecha na máxima histórica pela 2ª sessão seguida

terça-feira, 27 de maio de 2014 18:13 BRT
 

A YORK (Reuters) - O índice Standard & Poor's 500 fechou na máxima histórica pela segunda sessão consecutiva nesta terça-feira, impulsionado pela mais recente rodada de fusões e por expectativas de corte de juros pelo Banco Central Europeu (BCE).

O índice Dow Jones .DJI avançou 0,42 por cento, para 16.675 pontos. O índice Standard & Poor's 500 .SPX teve valorização de 0,60 por cento, para 1.911 pontos. O termômetro de tecnologia Nasdaq .IXIC subiu 1,22 por cento, para 4.237 pontos.

O presidente do BCE, Mario Draghi, afirmou na segunda-feira que o banco precisa "observar com atenção" qualquer espiral de preços negativa na zona do euro.[ID:nL1N0OC070]

O comentário elevou apostas de que o banco está pronto para reduzir a taxa de juros na semana que vem para conter a baixa inflação e estimular os empréstimos na zona do euro, mantendo as compras de ativos como uma opção.

O mercado acionário dos EUA reagiu ao comentário feito na véspera por ter fechado na segunda-feira por feriado.

"Vai ser um corte na taxa de juros ou algum estímulo não-convencional", afirmou o economista-chefe de mercado da Rockwell Global Capital, Peter Cardillo. "Não há dúvida sobre isso, tivemos que correr atrás da notícia de ontem", emendou.

Indicadores econômicos também deram suporte ao mercado. Os pedidos de bens duráveis avançaram de forma inesperada em abril e a confiança do consumidor subiu em maio. [nZON056J07] [nZON0M6J03]

"O dado de bens duráveis deu um tom bastante positivo para o mercado especialmente porque os meses anteriores foram revisados bastante para cima", afirmou o vice-presidente de investimento do Solaris Group, Tim Ghriskey.

O indicador Russell 2000 .RUT .TOY, que reúne as small caps (ações de empresas com baixo valor de mercado), e o Nasdaq tiveram desempenho melhor do que os outros principais índices. O Russell registrou o quarto avanço seguido.

As ações da Hillshire Brands HSH.N, fabricante de embutidos, subiram 22,1 por cento, após a JBS (JBSS3.SA: Cotações), maior processadora global de carnes, apresentou por meio de sua divisão nos Estados Unidos para aves, a Pilgrim's Pride, oferta para adquirir a Hillshire Brands por cerca de 6,4 bilhões de dólares. [nL1N0OD110]

(Reportagem de Chuck Mikolajczak)