Mistura de biodiesel ao diesel sobe a 6% em julho, diz governo

quarta-feira, 28 de maio de 2014 10:42 BRT
 

BRASÍLIA (Reuters) - A presidente Dilma Rousseff assinará medida provisória nesta quarta-feira determinando que a mistura de biodiesel no diesel suba para 6 por cento em julho e 7 por cento em novembro, ante os atuais 5 por cento, disse à Reuters o coordenador de biocombustíveis da Secretaria da Agricultura Familiar do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), André Machado.

Representantes da indústria haviam antecipado a medida na segunda-feira.

A medida provisória também criará uma banda entre 5 e 7 por cento de mistura de biodiesel no diesel, que poderá variar de acordo com as condições econômicas, em mecanismo semelhante ao adotado na mistura do etanol anidro à gasolina, acrescentou.

O aumento da mistura estava em discussão desde o ano passado, mas havia encontrado resistências por parte do Ministério da Fazenda por conta de temores relacionados ao possível impacto na inflação.

A mudança também deve reduzir a necessidade de importações de diesel pela Petrobras, que tem tido seu desempenho afetado por compras do combustível no exterior.

Com uma mistura de 7 por cento, o consumo de biodiesel no Brasil poderia subir dos cerca de 3 bilhões de litros atuais para 4,2 bilhões de litros ao ano.

Um evento com previsão de participação de Dilma, para a assinatura da medida, deve ocorrer nesta manhã em Brasília.

(Por Jeferson Ribeiro)