Alta do minério é improvável com estoques elevados, diz comissão chinesa

quarta-feira, 28 de maio de 2014 10:54 BRT
 

XANGAI (Reuters) - Uma alta dos preços de minério é improvável nos próximos três meses devido aos estoques nos portos da China, principal consumidor global, e ao aumento da oferta da matéria-prima siderúrgica, disse um órgão do governo chinês nesta quarta-feira.

Os preços do minério de ferro para entrega imediata caíram cerca de 27 por cento neste ano para uma mínima de 20 meses abaixo de 100 dólares a tonelada, com mineradoras globais firmes em seus planos de expansão num período em que a demanda chinesa por aço tem sido abatida pela desaceleração do crescimento econômico na China.

"Com algumas grandes mineradoras abrindo nova capacidade, a entrega de minério de ferro vai crescer com estabilidade nos próximos dois ou três meses, enquanto os estoques no porto continuam em níveis elevados e a demanda por minério de ferro está desacelerando, então os preços do minério de ferro terão dificuldade para subir", disse a Comissão Nacional do Desenvolvimento e Reforma em artigo publicado em seu website.

A comissão estima que a capacidade global de minério de ferro, excluindo a China, suba em 130 milhões de toneladas, enquanto a taxa de crescimento da demanda chinesa deve recuar para 3 por cento, ante 4 por cento.

A China importou um total de 819 milhões de toneladas de minério de ferro em 2013, alta de 10,2 por cento ante um ano atrás.

(Reportagem Ruby Lian e Fayen Wong)