Gol fará aumento de capital de R$185,8 mi; Air France investirá R$116,4 mi

quinta-feira, 29 de maio de 2014 07:41 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - O Conselho de Administração da Gol aprovou, em reunião realizada na véspera, um aumento de capital de 185,754 milhões de reais, que irá permitir o investimento da Air France-KLM na empresa brasileira.

A Gol informou na noite de quarta-feira que o aumento de capital será feito mediante a emissão de 6.779.352 ações preferenciais, ao preço de 27,40 reais cada.

Segundo a companhia, o aumento de capital irá otimizar a estrutura de capital, também sendo feito com o objetivo de permitir o investimento de 116,357 milhões de reais pela Air France-KLM.

As empresas aéreas anunciaram em fevereiro deste ano uma parceria estratégica envolvendo investimentos de 100 milhões de dólares da aérea franco-holandesa na companhia brasileira, sendo parte desse valor em ações da Gol, dando à Air France-KLM uma participação de cerca de 1,5 por cento em ações preferenciais.

No âmbito do aumento de capital, os acionistas da empresa brasileira poderão subscrever 0,024498888 papel preferencial por cada ação detida, sendo que terão direito de subscrição apenas os detentores de ações da empresa em 29 de maio.

Os recursos obtidos com o aumento de capital serão utilizados para custear o aumento da presença internacional da empresa, disse a Gol, e também para a ampliação da conectividade e infraestrutura locais para passageiros com origem no exterior.

O período de subscrição será de 04 de junho a 04 de julho, sendo que a Gol realizará rateio de eventuais sobras caso todas as ações não sejam subscritas.

"Frustrada essa tentativa, a companhia não realizará leilão das sobras e homologará parcialmente o aumento de capital mediante o cancelamento das sobras, desde que o montante subscrito atinja o valor de 116,357 (milhões de reais)".

A parceria com a Air France-KLM é semelhante à parceria anunciada com a Delta Air Lines em 2011, na qual a companhia aérea norte-americana realizou um investimento de 100 milhões de dólares, adquirindo uma parcela minoritária no capital da Gol.   Continuação...