Oferta da Tyson pela Hillshire pode levar a leilão

quinta-feira, 29 de maio de 2014 13:46 BRT
 

(Reuters) - A processadora de carnes Tyson Foods fez uma oferta para comprar a Hillshire Brands por 6,8 bilhões de dólares, superando a proposta da Pilgrim's Pride, unidade da JBS nos Estados Unidos, de 6,4 bilhões de dólares, sinalizando uma disputa pela companhia norte-americana de alimentos processados e com marcas conhecidas.

A Tyson disse que oferecerá 50 dólares por ação, representando um prêmio de 11 por cento sobre o valor de fechamento da Hillshire na quarta-feira, 5 dólares a mais do que a oferta anunciada pela Pilgrim's na última terça-feira. Ambas ofertas incluem assunção de dívida.

As ações da Hillshire, dona da conhecida marca Jimmy Dean, subiram mais de 16 por cento, sendo negociadas acima da oferta da Tyson, a 52,40 dólares às 13h41 (horário de Brasília) desta quinta-feira.

A alta sugere que alguns investidores estavam esperando que a oferta da Tyson resulte em uma guerra de ofertas pela companhia.

A Pilgrim's disse ao mercado que está considerando suas opções relacionadas à Hillshire e que irá informá-las no momento apropriado.

As propostas da Pilgrim's e da Tyson ocorreram depois que a Hillshire propôs comprar a Pinnacle Foods, conhecida por seu portfólio de vegetais congelados e mistura para bolos, em uma proposta de 4,3 bilhões de dólares.

A Tyson disse ainda que a oferta é válida apenas se a Hillshire encerrar negociações com a Pinnacle, assim como havia dito a Pilgrim's.

A Hillshire é uma das líderes no mercado norte-americano de alimentos preparados a base de carnes, com uma receita anual de aproximadamente 4 bilhões de dólares.

As ações da Tyson, maior processadora de carnes dos EUA, subiam 7,9 por cento no mesmo momento.   Continuação...