May 29, 2014 / 8:43 PM / 3 years ago

Paraná estima safra de trigo em recorde de 4 mi t

3 Min, DE LEITURA

SÃO PAULO (Reuters) - O Paraná poderá colher uma safra recorde de 4 milhões de toneladas de trigo neste ano, informou a Secretaria de Agricultura do Estado em nota, apontando boas condições para o desenvolvimento das lavouras.

Se a situação climática continuar favorável, a produção do Estado poderá dobrar na comparação com a registrada em 2013, quando geadas afetaram a safra paranaense, que somou apenas 1,9 milhão de toneladas.

"A previsão é de uma boa safra de inverno, sem a repetição de um inverno rigoroso como aconteceu no ano passado, quando chegou a nevar e houve três ocorrências severas de queda nas temperaturas", afirmou em nota o engenheiro agrônomo Carlos Hugo Godinho, do Departamento de Economia Rural (Deral), órgão da secretaria.

O Deral também aponta o maior plantio de trigo no Paraná dos últimos anos, com uma área estimada em 1,32 milhão de hectares, crescimento de 32 por cento na comparação com a temporada passada, após produtores serem estimulados pelos preços do cereal.

Se confirmada a previsão, o Estado poderia retomar o posto de maior produtor nacional, título perdido no ano passado para o Rio Grande do Sul.

Paraná e Rio Grande do Sul respondem tradicionalmente por mais de 90 por cento da produção nacional de trigo. Uma boa produção nesses Estados é importante para o Brasil reduzir a sua dependência de importações.

O recorde de produção de trigo na história do Paraná é da safra 2010/11, de 3,31 milhões de toneladas.

O Estado já plantou 61 por cento da área projetada, e 95 por cento das lavouras estão em boa situação, segundo o Deral, que elevou ligeiramente sua previsão de produção ante os 3,8 milhões de toneladas projetados em abril. [ID:nL2N0NM22G]

Cerca de 2 por cento da área plantada está na fase de floração, bastante suscetível a geadas.

Mas a "boa notícia", segundo Godinho, "é que este ano está se configurando a corrente El Niño, característica de inverno mais úmido e menos rigoroso", reduzindo o potencial de geadas.

No entanto, o maior volume de chuvas pode dificultar a colheita e derrubar os índices de produtividade previstos, acrescentou ele.

Segunda Safra

O milho segunda safra entrou em fase de colheita.

A previsão do Deral é que sejam colhidas 10 milhões de toneladas, uma retração de 3 por cento ante a temporada passada, em função da perda de área plantada, que foi de 12 por cento.

Produtores dedicaram algumas áreas antes cultivadas com milho para o trigo.

De acordo com a engenheira agrônoma Juliana Tieme Yagushi, as lavouras estão com bom potencial produtivo, o que pode garantir uma boa safra.

A expectativa para a segunda safra de soja, que apontava para uma colheita de 205 mil toneladas, foi reduzida para 196 mil toneladas, devido à incidência de ferrugem que diminuiu a produtividade. Cerca de 37 por cento da área plantada já está colhida.

Por Roberto Samora

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below