S&P 500 bate novo recorde por apostas sobre crescimento dos EUA no 2º tri

quinta-feira, 29 de maio de 2014 18:04 BRT
 

Por Chuck Mikolajczak

A YORK (Reuters) - O índice Standard & Poor's 500 bateu recorde de fechamento pela terceira vez nas últimas quatro sessões nesta quinta-feira, com operadores relevando a contração da economia no primeiro trimestre e apostando na recuperação no segundo.

O índice Dow Jones .DJI avançou 0,39 por cento, para 16.698 pontos. O índice Standard & Poor's 500 .SPX teve valorização de 0,54 por cento, para 1.920 pontos. O termômetro de tecnologia Nasdaq .IXIC subiu 0,54 por cento, para 4.247 pontos.

Os ganhos foram amparados pela queda maior do que a esperada do número de pedidos de auxílio-desemprego na semana passada, sinalizando fortalecimento do mercado de trabalho. Além disso, o Produto Interno Bruto (PIB) registrou contração pela primeira vez em três anos no primeiro trimestre, mas há sinais de recuperação desde então. [nL1N0OF0P8]

"O número principal do PIB foi mais fraco do que o esperado, mas devido ao crescimento mais lento nos estoques, o que é um bom sinal para o crescimento futuro", disse o estrategista-chefe de investimento da Raymond James Financial, Jeffrey Saut.

Saut disse que, se não houver queda mais significativa nesta semana, "provavelmente (o S&P) não voltará a ficar abaixo de 1.890 ou 1.900 (pontos), que é onde está o ponto de suporte de curto prazo".

Analistas do Citi disseram que a economia dos EUA poderá crescer quase 4 por cento no segundo trimestre, enquanto o Goldman Sachs elevou a estimativa para 3,9 por cento.

O juro do título de 10 anos dos EUA US10YT=RR tocou 2,40 por cento, mínima desde junho do ano passado, pressionado por expectativas de mais estímulos do Banco Central Europeu (BCE) na semana que vem. Rendimentos baixos poderiam continuar aumentando a atratividade de ações que pagam dividendos, com o setor de serviços públicos mostrando desempenho superior ao S&P 500 neste ano.

Os papéis da Hillshire Brands HSH.N subiram 17,7 por cento, para 52,76 dólares, após a Tyson Foods (TSN.N: Cotações) fazer oferta superior à da Pilgrim's Pride (PPC.O: Cotações), unidade norte-americana da JBS. (JBSS3.SA: Cotações)

(Reportagem de Angela Moon)

((Tradução Redação São Paulo; 55 11 5644 7757)) REUTERS TP BBF