Iata corta projeção de lucro da indústria global de aviação para US$18 bi

segunda-feira, 2 de junho de 2014 10:13 BRT
 

DOHA (Reuters) - As preocupações sobre crescimento econômico da China e riscos políticos levaram a indústria de aviação a cortar 700 milhões de dólares de sua projeção global de lucro para 2014, disse a Associação Internacional de Transporte Aéreo (Iata) nesta segunda-feira.

A organização sediada em Genebra agora espera que as companhias aéreas tenham um lucro de 18 bilhões de dólares este ano, ante 18,7 bilhões de dólares em sua projeção anterior, divulgada em março. Porém, espera-se que as perspectivas econômicas melhorem conforme o ano avance.

O comércio global desacelerou desde março e a confiança empresarial caiu com preocupações sobre o crescimento chinês, disse a Iata em um comunicado publicado em assembleia anual realizada em Doha.

A indústria global de aviação enfrenta fortes ventos contrários de custos crescentes de infraestruturas, ineficiências em gerenciamento de tráfego aéreo, uma pesada carga tributária e regulações onerosas, disse Tony Tyler, diretor-geral da Iata.