Clima favorece safra de grãos da Ucrânia e Rússia

segunda-feira, 2 de junho de 2014 13:04 BRT
 

MOSCOU/KIEV (Reuters) - O clima favorável em maio melhorou as perspectivas para a safra de grãos 2014 da Rússia e Ucrânia, aliviando riscos relacionados à falta de financiamento disponível para o cultivo ucraniano, disseram analistas e operadores.

Os dois países vizinhos são grandes exportadores pela região do Mar Negro, embarcando grãos para o norte da África e Oriente Médio.

Apesar da limitação de recursos para fazendeiros devido à crise política na Ucrânia, o cultivo de grãos na primavera tem ficado abaixo do ritmo normal.

"A situação está perto do ideal", disse um operador de Kiev. Ele vê potencial para a safra da Ucrânia atingir 60 milhões de toneladas ou mais. "Nós precisamos de alguma chuva em junho, e isso garantiria uma safra recorde."

De acordo com um operador de Moscou, a chuva no final da semana passada melhorou a condição para as safras em diversas regiões da Rússia de normal a boa e amenizou a situação em algumas regiões de difícil para normal.

"O sentimento geral (dos produtores) é muito positivo", disse.

O Ministério da Agricultura da Rússia prevê que a safra de grãos do país seja a maior em seis anos, em 100 milhões de toneladas, ante 92 milhões de toneladas um ano atrás.

A safra da Ucrânia deve exceder o recorde do ano passado, de 63 milhões de toneladas, de acordo com o centro de previsão climática da Ucrânia.