TAM quer comprar 20 jatos regionais até fim do ano

segunda-feira, 2 de junho de 2014 15:26 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - A companhia aérea TAM, parte do grupo latino-americano Latam, planeja comprar 20 jatos regionais até o final do ano para equipar a frota da companhia capaz de operar em cidades médias do Brasil, informou a empresa nesta segunda-feira.

A informação foi divulgada pelo presidente-executivo da TAM, Marco Antonio Bologna, durante evento da Associação Internacional de Transporte Aéreo (Iata), em Doha, no Catar, em declarações confirmadas pela empresa aérea.

Em setembro passado, a presidente da TAM, Claudia Sender, afirmou que a empresa estava avaliando aviões da Embraer para retornar a operar voos regionais no Brasil, diante do plano do governo federal de fomentar a aviação entre cidades médias.

Na ocasião, a executiva comentou que a empresa também estava avaliando modelos turboélice da ATR.

Nesta segunda-feira, a assessoria de imprensa da companhia aérea afirmou que "a TAM (...) estuda com prioridade a atuação nos mercados para cidades médias brasileiras, seja por meio de parcerias ou com operação própria. Nesse contexto, a empresa avalia até o final do ano a aquisição de 20 jatos regionais".

A empresa não comentou sobre eventual interesse nos modelos da Embraer. Mais cedo, o jornal Folha de S.Paulo publicou comentário de Bologna que teria afirmado que a nova geração de jatos regionais da fabricante brasileira teria vantagem numa eventual escolha o "financiamento em real, o aspecto tecnológico e a facilidade de manutenção".

Às 14h53, as ações da Embraer subiam 1,67 por cento, enquanto o Ibovespa tinha valorização de 0,83 por cento. Em Santiago, as ações da Latam recuavam 1,88 por cento.

Atualmente, a Azul, terceira maior companhia aérea do Brasil é a única empresa doméstica que opera jatos regionais da Embraer.

(Por Alberto Alerigi Jr.)