Áreas agrícolas do Paraná têm baixas temperaturas e condições de geadas

terça-feira, 3 de junho de 2014 09:59 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - Importantes áreas agrícolas do Paraná registraram condições de geada nesta madrugada, num momento em que grande parte da segunda safra de milho está suscetível a perdas pelo frio intenso.

"Hoje tivemos a madrugada mais fria do ano em várias cidades do Paraná e as primeiras temperaturas negativas", disse o instituto de meteorologia Simepar, vinculado à Universidade Federal do Paraná.

Temperatura de 1,5 grau negativo foi registrada no município de Fazenda Rio Grande.

Em Toledo, principal região de produção de milho segunda safra no Estado, as temperaturas caíram a 4,7 graus, conforme medição do Simepar.

As regiões com maiores condições de formação de geada --temperaturas baixas e céu claro-- foram os Campos Gerais, o centro-sul do Estado e a região metropolitana de Curitiba, disse o instituto de meteorologia.

"No sudoeste teve geada também, pelo menos geada fraca a moderada", disse à Reuters o meteorologista Lizandro Jacobsen, citando cidades agrícolas como Francisco Beltrão e Pato Branco.

O especialista ressaltou que o registros de geadas precisam ser confirmados com verificação local.

O Paraná é o segundo maior produtor do chamado milho "safrinha" e, atualmente, 85 por cento de suas lavouras estão em estágios de floração e frutificação, suscetíveis a danos causados pelo frio, segundo a Secretaria Estadual de Agricultura.

(Por Gustavo Bonato)