Mantega: mudança do IOF sobre captações externas não é motivada por inflação

quarta-feira, 4 de junho de 2014 14:25 BRT
 

BRASÍLIA (Reuters) - O ministro da Fazenda, Guido Mantega, afirmou nesta quarta-feira que a decisão do governo de reduzir a zero o IOF sobre captações externas com prazo acima de 180 dias por empresas e bancos, que pode elevar o fluxo de dólares para o Brasil, não é motivada por temores do efeito do câmbio sobre a inflação.

Até então, apenas captações externas com prazo acima de 360 dias tinham alíquota zero do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF).

(Por Luciana Otoni)

 
O ministro da Fazenda, Guido Mantega, realiza seminário na Câmara dos Deputados, no final de abril, em Brasília. Mantega disse nesta quarta-feira que a decisão do governo de reduzir a zero o IOF sobre captações externas com prazo acima de 180 dias por empresas e bancos não é motivada por temores do efeito do câmbio sobre a inflação.  29/04/2014 REUTERS/Ueslei Marcelino