Livro Bege do Fed indica aceleração do crescimento nos EUA

quarta-feira, 4 de junho de 2014 15:14 BRT
 

WASHINGTON (Reuters) - O crescimento econômico fortaleceu pelos Estados Unidos com a retomada generalizada na manufatura, com "crescimento forte" em alguns portos e gastos estáveis dos consumidores, informou nesta quarta-feira o Federal Reserve, banco central norte-americano.

O Livro Bege do Fed destacou crescimento moderado a modesto em todas as 12 regiões do banco central, mudança positiva sobre o documento de abril, quando algumas partes do país lutavam contra o inverno severo.

O relatório, preparado pelo Fed de Nova York com informações coletadas até 23 de maio, amplia as evidências do que os membros do Fed em geral disseram acreditar ser um fortalecimento da economia dos EUA.

"Os gastos do consumidor cresceram em todos os distritos, em vários graus", trouxe o relatório. "A atividade manufatureira cresceu por toda a nação... A atividade cresceu de forma robusta nos distritos de Boston, Nova York, Atlanta e Kansas."

Os bancos aumentaram a atividade de empréstimos e donos de navios disseram que os volumes de cargas estavam aumentando enquanto as empresas nos portos de Richmond e Atlanta "cresceram com força".

O mercado de trabalho também "melhorou em geral". E as pressões salariais continuaram fracas, potencial evidência de que, como muitos membros do Fed têm argumentado, a força de trabalho tem espaço para crescer antes de que as pressões salariais aumentem.

A inflação "estaria contida, uma vez que a maioria dos distritos divulgou que tanto os preços de insumos quanto de bens finais tiveram poucas alterações", segundo o Fed.

(Reportagem de Howard Schneider e Michael Flaherty)