BHP Billiton diz que expandiu produção de minério de ferro rápido demais

quinta-feira, 5 de junho de 2014 11:01 BRT
 

PEQUIM (Reuters) - A BHP Billiton expandiu a produção de minério de ferro rápido demais, fazendo com que a empresa anglo-australiana se descuidasse do crescimento de seus negócios globais de modo geral, disse o presidente-executivo da companhia nesta quinta-feira.

No entanto, Andrew Mackenzie disse que apesar do mercado de minério de ferro enfrentar um excesso de capacidade temporária, há demanda suficiente vindo da China e de outros lugares para justificar o aumento de capacidade da empresa.

"Nós não vemos motivos para investimento em escala que vimos nos últimos 10 anos ... Mas o negócio de base que construímos vai ser um forte alicerce para as próximas décadas", disse Mackenzie disse a repórteres em Pequim.

Mineradoras globais, incluindo a BHP e as rivais Rio Tinto e Vale, têm apostado em um aumento sustentado da demanda de minério de ferro pela China, aumentando a capacidade de produção e a oferta disponível no mercado internacional.

Contudo, uma desaceleração do crescimento econômico da China para seu mais fraco patamar em 23 anos, o que coincidiu com a entrada de novos suprimentos de minério de ferro, provocou alertas sobre um excesso de oferta global e preços deprimidos no longo prazo.

A BHP, terceira maior produtora de minério de ferro do mundo, atrás de Vale e Rio Tinto, está a caminho de elevar sua produção anual total para 260 milhões a 270 milhões de toneladas, ante uma produção planejada de 217 milhões de toneladas em 2014.

Embora o excedente tenha levado os preços do minério de ferro a cair quase 30 por cento este ano, para o seu nível mais baixo desde setembro de 2012, Mackenzie disse que os baixos custos de produção da BHP tornarão mais fácil para a empresa enfrentar qualquer crise.

"Somos muito fortemente competitivos a preços muito mais baixos do que os preços de hoje", disse ele.

(Reportagem de David Stanway)