Economistas pioram projeção de expansão da economia neste ano a 1,44%

segunda-feira, 9 de junho de 2014 13:59 BRT
 

Por Camila Moreira

SÃO PAULO (Reuters) - Economistas de instituições financeiras pioraram o cenário para o crescimento da economia em 2014, ao mesmo tempo em que mantiveram a perspectiva de que o Banco Central não voltará a elevar a Selic este ano.

Na pesquisa Focus do BC divulgada nesta segunda-feira, os agentes econômicos reduziram a projeção para o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) neste ano a 1,44 por cento, 0,06 ponto percentual a menos do que na semana anterior.

Ao mesmo tempo, pioraram bastante a estimativa de expansão da indústria, para 0,96 por cento, ante 1,24 por cento na semana anterior. Esse setor iniciou o segundo trimestre ainda mostrando contração, com recuo de 0,3 por cento em abril, indicando que a atividade econômica do país terá dificuldade para se recuperar.

No primeiro trimestre, o PIB brasileiro cresceu apenas 0,2 por cento na comparação com os últimos três meses do ano passado, quando a expansão foi de 0,4 por cento.

Na semana passada, o BC informou que vê menos crescimento econômico neste ano, e ao mesmo tempo reduziu as expectativas de inflação em 2014 e 2015, através da ata da reunião do Comitê de Política Monetária (COpom) em que manteve a Selic em 11 por cento ao ano.

INFLAÇÃO

No Focus, os economistas mantiveram a projeção para o IPCA este ano em 6,47 por cento e ajustaram a perspectiva para 2015 em 0,02 ponto percentual a mais, para 6,03 por cento. Nos próximos 12 meses, a estimativa permaneceu em 6,01 por cento.   Continuação...

 
Economistas de instituições financeiras pioraram o cenário para o crescimento da economia em 2014, mas mantiveram a perspectiva de que o BC não voltará a elevar a Selic este ano. 20/01/2014 REUTERS/Ueslei Marcelino