Alibaba comprará UCWeb na maior fusão de Internet da China

quarta-feira, 11 de junho de 2014 11:20 BRT
 

PEQUIM (Reuters) - A Alibaba vai adquirir integralmente a empresa de navegador de Internet para dispositivos móveis UCWeb na maior fusão da história do setor de Internet na China, elevando as apostas em sua batalha com as arquirrivais Tencent e Baidu.

A compra dos 30 por cento da UCWeb que a Alibaba ainda não detinha enfatiza a investida da companhia para fazer mais negócios em dispositivos móveis no maior mercado de smartphones do mundo.

"Essa integração irá criar a maior fusão da história da Internet da China", disse a Alibaba em seu microblog, acrescentando que a operação será maior do que a aquisição de 1,9 bilhão de dólares do 91 Wireless pelo Baidu no ano passado. Isso avalia a compra de cerca de um terço da UCWeb em mais de 630 milhões de dólares, de acordo com cálculos da Reuters.

A compra também se soma à uma série de aquisições, incluindo a de uma fatia de 50 por cento no time de futebol mais bem-sucedido da China. Quando o acordo for concluído, a Alibaba, fundada por Jack Ma, terá desembolsado quase 6 bilhões de dólares desde o começo do ano.

"Jack Ma precisa fazer todo o possível para ampliar sua presença no espaço de dispositivos móveis", disse o diretor-gerente da RedTech Advisors em Xangai, Michael Clendenin.

As aquisições da Alibaba e suas afiliadas desde o começo de 2013 totalizam ao menos 9,9 bilhões de dólares, segundo cálculos da Reuters. O Baidu gastou mais de 2,4 bilhões de dólares em aquisições no mesmo período, enquanto a Tencent gastou mais de 1,9 bilhão de dólares.

A Alibaba e a UCWeb vão formar o UCWeb Mobile Business Group, responsável por navegadores de Internet, serviços de busca, serviços baseados em localização, plataforma de jogos em dispositivos móveis, distribuição de aplicativos e serviços de literatura móvel, disse a UCWeb em um comunicado.

Por Paul Carsten