Banco do Brasil capta US$2,5 bi em bônus perpétuos, com rendimento de 9%

quarta-feira, 11 de junho de 2014 17:40 BRT
 

NOVA YORK/SÃO PAULO (Reuters) - O Banco do Brasil precificou emissão externa de 2,5 bilhões de dólares em bônus perpétuos, ao par, com yield de 9 por cento, informou o banco estatal nesta quarta-feira.

O rendimento ficou 636,2 pontos básicos acima dos títulos do Tesouro dos Estados Unidos. A demanda pela oferta atingiu 12,5 bilhões de dólares.

Segundo o diretor de Finanças do BB, José Maurício Pereira Coelho, o montante emitido foi similar ao das duas maiores captações com bônus perpétuos já realizadas em nível mundial.

De acordo com o executivo, os private banks e os gestores de fundos responderam, cada, por 40 por cento do total ofertado. Hedge funds demandaram o restante.

Os investidores dos Estados Unidos ficaram com metade dos papéis vendidos, enquanto os da Europa tomaram outros 40 por cento. Os 10 por cento restantes foram para investidores da Ásia.

Coelho não soube dizer qual o impacto da operação sobre o índice de Basileia do BB, que estava em 13,84 por cento no fim do primeiro trimestre. O piso requerido pelo Banco Central é de 11 por cento.

(Por Aluísio Alves)