Wall St cai após Banco Mundial reduzir previsão de crescimento global

quarta-feira, 11 de junho de 2014 18:58 BRT
 

NOVA YORK (Reuters) - As ações dos Estados Unidos fecharam em queda nesta quarta-feira, com o índice Dow Jones interrompendo uma sequência de quatro fechamentos seguidos em nível recorde, após o Banco Mundial reduzir a previsão de crescimento econômico mundial.

O Dow Jones caiu 0,6 por cento, para 16.843 pontos, o S&P 500 recuou 0,35 por cento, maior queda diária desde 20 de maio, e fechou a 1.943 pontos, enquanto o Nasdaq encerrou o pregão em queda de 0,14 por cento, a 4.331 pontos.

As perdas foram generalizadas, com todos os setores de S&P 500, exceto energia terminando o dia no vermelho.

    As recentes sessões têm sido marcadas por baixo volume e baixa volatilidade, deixando índices oscilando numa faixa estreita.

    A previsão menor do Banco Mundial para o crescimento mundial deu aos investidores razão para fazerem uma pausa nas compras. Na noite passada, a instituição reduziu sua estimativa de crescimento econômico mundial em 2014 para 2,8 por cento, de 3,2 por cento, devido ao impacto da crise na Ucrânia e do inverno rigoroso nos Estados Unidos.

    "Está muito tranquilo. A única notícia que os investidores estão olhando é a previsão de crescimento global ligeiramente inferior", disse o diretor de investimentos da Palisade Capital Management, Dan Veru.

    "Eu acho que é uma desculpa para alguns investidores tirarem algum dinheiro", acrescentou.

    O papel do Bank of America Corp registrou a maior queda no S&P 500, com recuo de 2,1 por cento. O banco chegou a um impasse na negociação sobre acordo de bilhões de dólares com o Departamento de Justiça dos Estados Unidos relativo a seus investimentos hipotecários, de acordo com o The New York Times.

(Por Caroline Valetkevitch)