Generali acerta saída de acordo de acionistas do maior investidor da Telecom Italia

quarta-feira, 11 de junho de 2014 19:23 BRT
 

MILÃO (Reuters) - A seguradora Generali, uma das quatro principais acionistas da Telecom Italia, decidiu nesta quarta-feira sair antes do prazo de um acordo de acionistas de sete anos para controlar a companhia italiana de telefonia, abrindo caminho para novos investidores.

A Generali disse em comunicado que exerceu o direito de tirar do acordo sua fatia de 19,3 por cento na Telco, um veículo de investimento que é o maior investidor da Telecom Italia, com 22,4 por cento de participação.

A Generali formou o grupo Telco em 2007, com a operadora espanhola de telecomunicações Telefónica e os bancos italianos Intesa Sanpaolo e Mediobanca para se defender de uma oferta de tomada de controle da AT&T e do bilionário mexicano Carlos Slim.

Os membros da Telco desde então enfatizaram diversas vezes o valor de seus investimentos enquanto o grupo lutava para gerar dinheiro em um mercado doméstico cada vez mais competitivo.

A decisão da Generali de deixar o acordo, que tinha originalmente prazo para expirar no fim de 2015, retoma o desmembramento do pacto enquanto tanto Mediobanca como Intesa Sanpaolo sinalizaram sua vontade de deixar a Telco e vender suas ações na Telecom Italia.

A iniciativa da Generali também é coerente com sua estratégia de vender ativos não essenciais para reconstruir sua base de capital e focar em seu principal negócio, de seguros.

"A saída da Telco está em linha com a estratégia da Generali, com vistas a administrar ativamente seus ativos, e irá dinamizar a gestão do investimento em si", disse a Generali.

CONTROLE   Continuação...