Hitachi espera se unir à Mitsubishi Heavy em proposta por ativos da Alstom

quinta-feira, 12 de junho de 2014 07:45 BRT
 

TÓQUIO (Reuters) - A Hitachi disse que espera se juntar à Mitsubishi Heavy Industries e à Siemens em sua oferta conjunta pelos ativos de energia da Alstom <ALSO.PA SA>, que o jornal Nikkei disse que seria no valor de 1 trilhão de ienes (9,8 bilhões de dólares).

A oferta por três empresas daria ao grupo maior poder de fogo e flexibilidade financeira para competir com a proposta rival de 17 bilhões de dólares feita pela General Electric pelos negócios de energia da empresa francesa.

Hitachi e Mitsubishi Heavy não são desconhecidas uma da outra. Elas fundiram seus negócios de energia térmica no início deste ano.

"A Mitsubishi Heavy é nossa parceira. Queremos trabalhar junto com eles", disse Katsumi Nagasawa, chefe do grupo de sistemas de energia da Hitachi, em uma apresentação sobre os negócios da Hitachi nesta quinta-feira. Ele disse que a oferta conjunta de Siemens-Mitsubishi era "uma grande notícia".

O Nikkei disse mais cedo nesta quinta-feira que as duas empresas japonesas iriam criar uma joint venture para fazer uma oferta pelas operações de turbinas a vapor da Alstom, que disse serem avaliadas em 500 bilhões de ienes (4,9 bilhões de dólares).

A Mitsubishi Heavy teria 65 por cento e a Hitachi 35 por cento na joint venture, disse o jornal.

A Siemens deverá oferecer 500 bilhões de ienes pelo negócio de turbinas a gás da Alstom, enquanto os negócios de rede de energia da Alstom seriam excluídos do acordo, disse o Nikkei.

Reportagem de Reiji Murai