Baosteel e Aurizon descartam oferta mais alta por australiana Aquila

sexta-feira, 13 de junho de 2014 08:41 BRT
 

SYDNEY (Reuters) - A chinesa Baosteel Resources e a Aurizon Holdings disseram nesta sexta-feira que não tinham nenhuma intenção de aumentar a oferta conjunta de 1,4 bilhão de dólares australianos (1,32 bilhão de dólares) pela mineradora australiana Aquila Resources.

As declarações sinalizam que Baosteel e Aurizon permanecem impassíveis diante de uma compra no mercado de 13 por cento da Aquila por um valor acima do mercado.

O grupo de mineração e construção Mineral Resources disse na quinta-feira que tinha comprado mais de 52 milhões de ações da Aquila no mercado aberto a 3,75 dólares australianos por ação, ou cerca de 197 milhões de dólares australianos (185,53 milhões de dólares).

O valor é bem superior ao da proposta conjunta da Baosteel e Aurizon de 3,40 dólares australianos por ação, e acima do preço médio de 30 dias de 3,44 dólares australianos da Aquila. A ação fechou o pregão desta sexta-feira a 3,10 dólares australianos.

"As proponentes anunciam hoje que não vão aumentar o preço da oferta", disseram a Baosteel e a Aurizon em um comunicado conjunto, acrescentando que a oferta valerá até o dia 11 de julho.

A Aquila respondeu dizendo que continua a explorar todas as opções, e reiterou sua recomendação de que os acionistas não tomem nenhuma medida neste momento.

(Por James Regan e Sonali Paul)