Minério de ferro cai abaixo de US$90 pela 1ª vez em 21 meses

segunda-feira, 16 de junho de 2014 10:56 BRT
 

CINGAPURA (Reuters) - O minério de ferro no mercado à vista da China caiu abaixo de 90 dólares por tonelada pela primeira vez em 21 meses, com ampla oferta da commodity e crédito apertado no país, o que reduz o apetite de compra por parte das siderúrgicas chinesas, apesar de um recuo de mais de 30 por cento nas cotações neste ano.

"A liquidez é uma grande problema no momento porque muitos bancos não estão dispostos a abrir cartas de crédito", disse um operador de minério de ferro em Xangai.

Uma investigação sobre financiamento de negócios com metais no porto chinês de Qingdao aumentando os receios por parte de instituições de crédito, disseram operadores.

O minério com entrega imediata na China caiu 2,1 por cento nesta segunda-feira, para 89 dólares por tonelada, segundo dados do Steel Index.

Se o minério cair abaixo do patamar de 86,70 dólares, registrado em setembro de 2012, o minério chegará a mínimas vistas antes apenas em 2009.

Em queda de mais de 32 por cento neste ano, os preços do minério têm sido amplamente pressionados por oferta adicional colocada no mercado por grandes mineradoras como Vale, Rio Tinto e BHP Billiton, que elevaram produção na tentativa de vender maiores volumes para a China, maior mercado consumidor do produto.

A queda nos preços do minério de ferro deve tirar do mercado diversas mineradoras chinesas pequenas, em um volume estimado em 80 milhões de toneladas anuais, o que deve garantir ganhos às grandes produtoras, que têm menores custos de produção, disse o analista Andrew Hodge, da Wood Mackenzie.

(Por Manolo Serapio Jr)