Alta nos preços ao consumidor nos EUA indica maior pressão inflacionária

terça-feira, 17 de junho de 2014 10:38 BRT
 

Por Lucia Mutikani

WASHINGTON (Reuters) - Os preços ao consumidor nos Estados Unidos tiveram o maior aumento em mais de um ano em maio, com os custos de uma série de alimentos e serviços avançando, indicando firmeza das pressões inflacionárias.

O Departamento do Trabalho informou nesta terça-feira que seu Índice de Preços ao Consumidor subiu 0,4 por cento no mês passado, com os preços dos alimentos registrando o maior aumento desde agosto de 2011.

A alta nas pressões de preços devem dar conforto a algumas autoridades do Federal Reserve, banco central norte-americano, que mostravam preocupações de que a inflação estaria muito baixa. Ainda assim, uma medida separada de inflação observada mais de perto pelo Fed continua abaixo da meta de 2 por cento do banco central.

Autoridades do Fed iniciam nesta terça-feira dois dias de reunião. A expectativa é que reduza mais seu programa de compra de títulos, mas não deve elevar a taxa de juros até meados de 2015.

Relatório separado do Departamento do Comércio mostrou que o início de construção de moradias caiu 6,5 por cento em maio, para 1 milhão de unidades, ajustado sazonalmente, sinal de que a recuperação do mercado imobiliário pode permanecer lento.

(Reportagem de Lucia Mutikani)