Receita Federal faz operação de combate à sonegação em shoppings de São Paulo

quarta-feira, 18 de junho de 2014 20:21 BRT
 

RIO DE JANEIRO (Reuters) - Administradoras de shoppings centers de São Paulo estão sendo alvo de operação da Receita Federal e da Receita Municipal da capital paulista por sonegação de impostos estimados em mais de 100 milhões de reais.

Os órgãos iniciaram a operação nesta quarta-feira, direcionada a 12 empresas do segmento, mas os nomes das companhias não foram divulgados.

A Receita Federal e a Receita Municipal de São Paulo realizaram o cruzamento de dados e verificaram que algumas empresas declaravam seu faturamento corretamente para um órgão, mas sonegavam informações para o outro, ou ainda apresentavam informações distorcidas para ambos, disse a Receita Federal em comunicado.

Os tributos não pagos serão cobrados acrescidos de juros e multa, que podem chegar a 225 por cento do valor total que deixou de ser recolhido.

Em casos de indícios de ocorrência de ilícitos penais, serão encaminhadas representações fiscais ao Ministério Público Federal ou ao Ministério Público do Estado de São Paulo.

"Será verificado, em cada caso, o cabimento de eventuais procedimentos para garantia do crédito constituído, incluindo o arrolamento de bens e direitos do contribuinte", disse a Receita Federal.

(Por Juliana Schincariol; Edição de Luciana Bruno)