Reformas devem preceder prazo maior para redução de déficit, diz Rehn, da UE

quinta-feira, 19 de junho de 2014 16:52 BRT
 

LUXEMBURGO (Reuters) - Os governos europeus deveriam primeiro fazer reformas estruturais para então pedir mais tempo para reduzir o déficit orçamentário aos limites da União Europeia, afirmou o comissário para Assuntos Econômicos e Monetários da UE, Olli Rehn.

"É preciso que as reformas econômicas realmente aconteçam e sejam implementadas antes de pedir mais tempo para corrigir os excessivos déficits", afirmou Rehn em entrevista após reunião de ministros das Finanças.

"Eu sou favorável a analisar a inter-relação entre a consolidação fiscal e as reformas estruturais, mas apenas para que possamos verificar primeiro que as reformas estruturais estão realmente avançando e, em seguida, ver se isso justifica alguma extensão no prazo de correção do déficit excessivo."