Nippon Steel avalia contrato para transportar ferro em navios Valemax

sexta-feira, 20 de junho de 2014 10:15 BRT
 

KASHIMA Japão (Reuters) - A Nippon Steel, maior siderúrgica do Japão, pode começar negociações para firmar contrato para transportar minério de ferro da mineradora brasileira Vale nos navios gigantes Valemax, os maiores navios de granéis do mundo, em busca de reduzir custos, disse um alto executivo.

Tal tipo de contrato seria positivo para a Vale, que está tentando aumentar o uso dos navios depois que a China proibiu, em 2012, as embarcações de atracarem em seus portos para proteger armadores locais.

Ao usar os navios, que carregam 400 mil toneladas de minério, a Nippon Steel poderia economizar 400 mil dólares em frete em cada carregamento.

Um Valemax entrou no porto siderúrgico da Nippon Steel em Kashima pela primeira vez esta semana, em caráter de teste. Foi a terceira unidade da empresa no Japão a receber as embarcações gigantes, depois de Oita, no sul do Japão, e Kimitsu, perto de Tóquio.

"Não tivemos nenhum problema técnico para receber o Valemax em Kashima", disse nesta sexta-feira Koichiro Harada, diretor geral de transporte de matérias-primas da Nippon Steel.

"Nenhuma decisão está tomada sobre um contrato formal. Nós podemos entrar em negociações formais para um contrato de frete com Valemaxes assim que Kashima receba permissão das autoridades e nós confirmemos que nossas usinas estão prontas para receber os navios", disse Toshiharu Sakae, vice-presidente administrativo da Nippon Steel.

A Nippon Steel compra cerca de 70 milhões de toneladas de minério de ferro por ano, com 80 por cento do volume sendo fornecidos pelas gigantes do setor Vale, Rio Tinto e BHP Billiton.

(Por Yuka Obayashi)