Presidente da Argentina diz que quer negociar com credores

sexta-feira, 20 de junho de 2014 17:18 BRT
 

BUENOS AIRES (Reuters) - A presidente da Argentina, Cristina Fernandez, disse nesta sexta-feira que o governo quer negociar com todos os credores do país, em meio a expectativas de que o país está pronto para iniciar conversas com os detentores de bônus que se recusaram a participar da reestruturação da dívida.

"Queremos pagar 100 por cento dos credores", afirmou ela em discurso durante o dia da bandeira na Argentina. O comentário provocou forte contração nos spreads de risco do país.

A Argentina vem se negando a negociar com credores que ficaram de fora da reestruturação. A presidente chegou a classificá-los como "urubus" que buscam levar vantagem da crise de dívida soberana de 2002, que levou milhões de argentinos de classe média para a pobreza.

O país trava uma batalha de 12 anos na justiça dos Estados Unidos com credores que não participaram das reestruturações de 2005 e 2010, nas quais mais de 90 por cento dos detentores aceitaram reduzir para um terço o valor original de seus títulos.

(Por Hugh Bronstein, Jorge Oraola e Sarah Marsh)