CMN aprova alocação de R$900 mi para financiar capital de giro do setor de café

sexta-feira, 20 de junho de 2014 19:08 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - O Conselho Monetário Nacional (CMN) aprovou a alocação de 900 milhões de reais para financiamento de capital de giro para indústria de café solúvel e de torrefação de café para o Fundo de Defesa da Economia Cafeeira (Funcafé).

A linha para o fundo de apoio ao setor terá taxa de juros de 7,5 por cento ano, entra em vigor a partir de 1º de julho de 2014.

O CMN detalhou que a distribuição será de 200 milhões de reais para as indústrias de café solúvel, 300 milhões de reais para as indústrias torrefação de café e 400 milhões de reais para as cooperativas de produção.

No final de abril, o governo havia elevado o preço mínimo do café --valor utilizado nas operações de apoio à comercialização do produto--, mas sem incluir, na ocasião a proposta do Conselho Deliberativo da Política do Café (CDPC) para uma linha de financiamento do capital de giro. [nL2N0NH193]

(Por Fabíola Gomes)