Philips, Infineon e Samsung podem enfrentar multas antitruste da UE

quarta-feira, 25 de junho de 2014 09:49 BRT
 

BRUXELAS (Reuters) - Reguladores da União Europeia podem multar a Philips, a Samsung Electronics e a Infineon Technologies nas próximas semanas pela fixação de preços de chips usados em cartões SIM de dispositivos móveis, disseram duas pessoas familiarizadas com o assunto na terça-feira.

O caso começou com buscas e apreensões nas companhias feitas pela Comissão Europeia em outubro de 2008. O regulador da UE acusou as empresas no ano passado por participação em cartel.

Os chips também são usados em passaportes, cartões de bancos, cédulas de identidade e sistemas de TV.

"As companhias podem ser multadas no final de julho ou possivelmente em setembro", disse uma das fontes, que não quis ser identificada pois a decisão da UE ainda não é pública.

Autoridades da comissão, representantes da Philips e da Infineon não quiseram comentar. Representantes da Samsung não foram encontrados de imediato para comentar. A Philips disse no ano passado que as acusações da UE cobriam o período de 2003 a 2004 e envolviam seu negócio de semicondutores, o qual a companhia vendeu desde então.

As fontes disseram que a Renesas Technology - uma joint venture entre a Hitachi e a Mitsubishi Electric que foi comprada pela Renesas Electronics em 2010 - não será multada pois alertou o regulador sobre o cartel. A Renesas Electronics disse que não declarou publicamente que contou ao regulador e que não está ciente de que as outras companhias serão multadas.

As companhias que violam regras da UE podem ser multadas em até 10 por cento de seu volume global de negócios. O volume global de negócios da holandesa Philips em 2013 foi de 23,3 bilhões de euros (31,72 bilhões de dólares).

(Por Foo Yun Chee)