Economia dos EUA tem contração de 2,9% no 1º tri

quarta-feira, 25 de junho de 2014 12:05 BRT
 

Por Lucia Mutikani

WASHINGTON (Reuters) - A economia dos Estados Unidos contraiu no primeiro trimestre a um ritmo muito mais agudo do que estimado anteriormente e registrou o pior desempenho em cinco anos, mas existem indícios de que o crescimento se recuperou de maneira forte desde então.

O Departamento do Comércio informou nesta quarta-feira que o Produto Interno Bruto (PIB) encolheu a uma taxa anual de 2,9 por cento, em vez da taxa de 1,0 por cento divulgada mês passado.

Economistas esperavam que a revisão dos dados mostrasse contração de 1,7 por cento.

Embora as dificuldades da economia tenham sido atribuídas em grande parte a um inverno atipicamente frio, a magnitude das revisões sugerem outros fatores além do clima.

O dado foi revisado agora para baixo em um total de 3 pontos percentuais desde que o governo publicou sua primeira estimativa em abril, que mostrava a economia crescendo a uma taxa de 0,1 por cento.

A diferença entre a segunda e a terceira estimativas foi a maior já registrada desde 1976, disse o Departamento do Comércio. Revisões dos números de PIB não são incomuns pois o governo não tem dados completos quando faz suas projeções inicial e preliminar.

As ações norte-americanas chegaram a cair no início do pregão após a divulgação dos dados, mas depois encontraram forças para subir. O dólar caía frente a uma cesta de moedas.

As mais recentes revisões refletem um ritmo mais fraco de gastos em saúde do que se presumia anteriormente, o que causou uma redução na estimativa de gastos de consumidores. O comércio também pesou mais sobre a economia do que se pensava antes.   Continuação...