Compra de Pasadena foi "barata" diz ex-presidente da Petrobras em CPI

quarta-feira, 25 de junho de 2014 14:46 BRT
 

BRASÍLIA (Reuters) - A compra da refinaria de Pasadena, nos Estados Unidos, pela Petrobras foi "barata, abaixo do preço de mercado", disse José Sérgio Gabrielli, que era o presidente da companhia na época do negócio, durante depoimento a uma CPI mista no Congresso nesta quarta-feira.

Ele estimou que a companhia pagou 554 milhões de dólares pela capacidade de refino de Pasadena, nas duas etapas de desembolso, em 2006 e 2012.

Desta forma, cada barril de capacidade custou cerca de 5,5 mil dólares, "pouco mais da metade do preço médio de aquisição das refinarias americanas nesse período", na avaliação do ex-presidente.

(Por Leonardo Goy e Gustavo Bonato)