Regulador de bancos dos EUA faz alerta sobre riscos em empréstimos

quarta-feira, 25 de junho de 2014 18:36 BRT
 

Por Douwe Miedema

WASHINGTON (Reuters) - Um dos principais reguladores dos Estados Unidos alertou sobre os perigos que os bancos correm ao atraírem clientes por meio de relaxamento de padrões para empréstimos enquanto a economia do país se recupera da crise financeira.

Um afrouxamento de regras sobre garantias foi um problema para o crédito alavancado, um tipo de empréstimo geralmente usado por empresas de private equity, que usam dívida para comprar companhias, disse o Gabinete de Controladoria da Moeda (OCC, na sigla em inglês).

Isso também aconteceu em empréstimos indiretos para compra de veículos fornecidos por meio de concessionárias, e em empréstimos comerciais.

"Executivos de bancos estão se manifestando cada vez mais em relação a preocupações sobre pressões competitivas. Dadas estas tendências, a OCC vai aumentar a sua atenção sobre os padrões de subscrição de empréstimos", disse o regulador de bancos em um relatório.

Os empréstimos alavancados estão subindo para um nível perto de crítico identificado pelo OCC e pelo Federal Reserve, afirma o relatório.

O tamanho dos empréstimos alavancados estava, em média, em 4,7 vezes o lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) das companhias das quais os tomadores de empréstimos pegaram o dinheiro.

Esse nível foi excedido pela última vez em 2007, afirmou a OCC, e está ficando perto de seis vezes o Ebitda, que reguladores bancários identificaram como risco acima do padrão desejável.