IBGE adia divulgação da taxa de desemprego de maio por greve de servidores

quinta-feira, 26 de junho de 2014 09:12 BRT
 

RIO DE JANEIRO (Reuters) - O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) informou nesta quinta-feira que a divulgação da taxa média de desemprego de maio foi adiada devido à greve de servidores.

A paralisação, que ocorre, que ocorre há um mês por condições melhores de salários e trabalho, impossibilitou a conclusão de dados de duas das seis regiões metropolitanas analisadas: Salvador e Porto Alegre.

O IBGE ainda não definiu quando irá divulgar a taxa média de maio da Pesquisa Mensal de Emprego (PME). Em abril, a taxa de desemprego foi de 4,9 por cento, mínima histórica para o mês.

O instituto trabalha para substituir a PME pela Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) Contínua, mais abrangente. De acordo com ela, no primeiro trimestre deste ano a taxa média de desemprego do Brasil subiu a 7,1 por cento após 6,2 por cento nos últimos três meses de 2013.[nL1N0OK0WB]

(Reportagem de Rodrigo Viga Gaier)