Seca pode reduzir produção de açúcar do CS em 14/15, diz Datagro

quinta-feira, 26 de junho de 2014 15:39 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - A seca do início do ano no centro-sul, principal região produtora de cana do Brasil, provocará uma redução de 2 milhões de toneladas na produção de açúcar nesta temporada, estimou nesta quinta-feira a consultoria Datagro.

A região, que responde por 90 por cento da produção de cana do Brasil, deverá produzir 32,3 milhões de toneladas de açúcar em 2014/15, 5,8 por cento menos do que 34,29 milhões de toneladas do ano anterior, disse a Datagro.

O número é uma revisão da estimativa para 2014/15 de março de 33,2 milhões de toneladas.

A Datagro também cortou sua estimativa para a moagem de cana da região, para 560,5 milhões de toneladas, ante 574,6 milhões de toneladas em março.

Em 2013/14, a moagem de cana foi de 596,9 milhões de toneladas.

"A queda na produção do Brasil, bem como em outros grandes produtores como a Tailândia, devido ao clima seco vai criar um déficit global maior de açúcar", disse Plinio Nastari, presidente da Datagro a jornalistas.

A Datagro estima que o déficit global de açúcar vai crescer para 2,46 milhões de toneladas na temporada outubro a setembro, ante a previsão anterior de 1,61 milhão de toneladas. Na atual temporada, disse Nastari, o mundo vai lidar com um superávit de 2,18 milhões de toneladas.

"A variável com maior impacto em produção e preços à frente será o clima", disse Nastari.

Incluindo uma safra menor de cana no Norte-Nordeste, a produção total do Brasil deve atingir 35,75 milhões de toneladas, comparada com 37,57 milhões de toneladas do ano passado, que pode reduzir as exportações brasileiras da commodity em mais de 1 milhão de toneladas.   Continuação...