Glencore nega acusações de que não teria pago impostos na Austrália

sexta-feira, 27 de junho de 2014 07:55 BRT
 

SYDNEY (Reuters) - A Glencore, uma das maiores mineradoras do mundo, negou nesta sexta-feira acusações de um jornal australiano de que sua divisão de carvão não teria pago impostos na Austrália nos últimos três anos sobre ganhos de 15 bilhões de dólares australianos (14,10 bilhões de dólares).

O jornal The Sydney Morning Herald noticiou que a Glencore Plc cortou sua exposição a impostos ao reivindicar benefícios fiscais sobre empréstimos caros que não eram necessários.

As taxas de juros sobre os empréstimos, concedidos por sócios da Glencore no exterior, foram até o dobro do que a empresa teria que pagar a bancos, disse o jornal.

"Em até 9 por cento, as taxas de juros sobre esses 3,4 bilhões de dólares australianos em empréstimos foram o dobro do que a empresa teria que pagar se tivesse simplesmente pegado dinheiro com o banco", disse a reportagem.

Um porta-voz da Glencore disse que a acusação de que nenhum imposto foi pago nos últimos três anos era um "absurdo".

A Glencore, que comprou a empresa suíça de recursos Xstrata no ano passado em uma aquisição 36 bilhões de dólares, é uma das maiores produtoras de carvão da Austrália e também é uma grande produtora de minério de cobre, zinco e outras commodities.

(Por James Regan)