Sindicatos concordam com cortes de 2.400 empregos no Unicredit

sábado, 28 de junho de 2014 11:52 BRT
 

MILÃO (Reuters) - O italiano UniCredit chegou a um acordo com sindicatos para cortar 2.400 postos de trabalho, disse o Fabi, principal sindicato do setor neste sábado, na primeira etapa das reduções da força de trabalho previstas no plano de reestruturação do banco de 2013 a 2018.

No plano anunciado em março, o maior banco do país ativos disse que pretendia cortar cerca de 8.500 postos de trabalho em 2018 - quase 6 por cento de sua força de trabalho - incluindo mais de 5.700 na Itália.

Como parte do acordo com os sindicatos, o UniCredit também concordou em contratar 800 jovens e colocar 670 aprendizes existentes em contratos permanentes, enquanto as negociações sobre os cortes de empregos remanescentes previsto no plano continuarão no próximo ano, acrescentou o Fabi.

O UniCredit confirmou que um acordo com os sindicatos foi assinado, mas não deu mais detalhes.

(Por Agnieszka Flak)