Boeing e Airbus entram em disputa na Coreia do Sul por aviões de reabastecimento

segunda-feira, 30 de junho de 2014 07:14 BRT
 

SEUL (Reuters) - A Boeing e Airbus estavam entre as três ofertantes em um programa da Coreia do Sul de cerca de 1,4 trilhão de wons (1,38 bilhão de dólares) para comprar quatro aviões de reabastecimento, disseram duas pessoas familiarizadas com o assunto nesta segunda-feira.

A Coreia do Sul iniciou o processo de aquisição em março para aumentar o alcance de suas operações aéreas em meio a crescentes tensões na região e com a Coreia do Norte.

As propostas, que vencem segunda-feira, tiveram o 767 KC-46 da Boeing, o A330 multi transporte da Airbus, e o reformulado B767-300ER da Israel Aerospace Industries [ISRAI.UL], disseram as fontes.

Elas não quiseram ser identificadas porque o assunto ainda é confidencial. A Coreia do Sul espera fechar o acordo até o fim deste ano.

Aviões do tipo 'tanker' são usados para reabastecer caças de combate e outros aviões de guerra durante o voo.

(Por Joyce Lee)